Praticar marcha desportiva durante a gravidez: como e até quando?

Está grávida, sente-se lindamente e deseja praticar um desporto durante a gravidez? Privilegie uma atividade física suave e continuada, como a marcha desportiva: a modalidade ideal para acompanhar as mudanças do seu corpo! Apresentamos alguns conselhos para tirar todo o partido da sua gravidez enquanto caminha...

Marcha desportiva: uma atividade suave para as mulheres grávidas

A marcha desportiva é praticada ao ritmo que desejar, não sendo deste modo agressiva para a futura mamã, nem traumatizante para o bebé. Se estiver atenta às suas sensações, a marcha desportiva não comporta nenhum risco de aborto espontâneo ou de sofrimento fetal.
 
Deverá no entanto ter algum cuidado: «Numa gravidez normal, existe um aumento de peso médio de 12 kg» explica o Dr. Bacquaert, consultor de medicina desportiva e de desporto saudável. «Esta mudança pode ocasionar perdas de equilíbrio associadas ao volume abdominal e a uma curvatura nas costas mais acentuada. Convém ter cuidado com os impactos e a postura».

Os benefícios da marcha rápida para as mulheres grávidas

Caminhar proporciona o prazer associado ao desporto e oferece um grande lufada de ar fresco. Mas existem mais benefícios! De forma inconsciente, está a prevenir a sensação de pernas pesadas, uma vez que a marcha desportiva estimula a circulação dos membros inferiores.
 
Marchar a ritmo rápido melhora também o reforço da zona abdominal: ideal para preparar o trabalho de parto! Poderá ainda aproveitar as suas sessões de marcha para trabalhar a respiração. Abstraia-se do mundo exterior e faça pequenos exercícios respiratórios que solicitam o períneo.
 
Privilegie por último sessões de 30 minutos — fragmentadas em 2 X 15 minutos — sem esquecer a hidratação.

A marcha desportiva e a recuperação da forma física nas jovens mães

Apos a nascença do seu bebé, retome a marcha desportiva. É uma das atividades mais indicadas para voltar ao desporto após o parto que poderá praticar 4 a 6 semanas depois, mediante aconselhamento médico.
 
É possível conjugar marcha desportiva e amamentação, mais o edema mamário pode por vezes causar desconforto durante a prática.

Os conselhos práticos de Julie, colaboradora da Newfeel há 4 anos e… recém-mamã!

«O indispensável para mim é privilegiar um bom suporte do peito com um soutien de desporto confortável. Para evitar as fricções ao nível das coxas, privilegie vestuário justo que respire e, sobretudo, elástico para não apertar demasiado a barriga. Por último, escolha um calçado flexível e leve para facilitar a articulação do pé e acompanhar a sua passada nas suas caminhadas com o bebé!»

A postura correta para praticar desporto durante a gravidez

Para praticar de forma totalmente segura marcha rápida durante a gravidez, importa tomar algumas precauções:

  • use um calçado confortável e adaptado à marcha rápida;

  • preserve as suas costas caminhando sem mochila em locais planos com piso confortável, como trilhos ou caminhos com vegetação

  • controle a sua respiração: deverá conseguir cantar sem estar ofegante;

  • reduza a intensidade e a duração das suas sessões, porque o bebé também precisa de oxigénio!

Até quando praticar marcha desportiva durante a gravidez?

«Desde que a mulher não sofra de hipertensão arterial, a marcha rápida pode ser praticada até alguns dias antes do parto.» O Dr. Bacquaert  assinala contudo que «o colo não deve estar dilatado e o aumento de peso e do perímetro abdominal não devem ser demasiado elevados.»
 
Se tiver alguma dúvida, consulte o seu médico.

Marcha desportiva

Deixou de praticar desporto por falta de tempo ou após uma lesão? Deseja voltar a praticar uma atividade física de forma não agressiva? Retome o caminho do exercício com toda a segurança optando pela marcha desportiva: uma prática acessível a todos, completa e não agressiva para as suas articulações.

Benefícios da marcha
marche_sportive_sport-anti-cellulite

Como principal preocupação estética de inúmeras mulheres, a celulite é algo que frequentemente impede a mulher de se sentir bem consigo própria. A acumulação de gordura residual na parte superior das coxas não é uma fatalidade e pode ser combatida muito facilmente. Descubra como a marcha desportiva pode ajudar a aperfeiçoar o corpo graças ao seu efeito anticelulite.

VOLTAR PARA O TOPO