5 boas razões para praticar marcha desportiva!

(2)

Pretende voltar a praticar desporto sem sofrer um impacto demasiado violento? Descubra a marcha desportiva! A marcha é uma atividade física simples e muito eficaz quando começar a aumentar o ritmo. Sendo uma modalidade em plena expansão, a marcha desportiva conquista cada vez mais adeptos por ser uma prática suave, completa e fácil de integrar na nossa rotina ultra preenchida.

O top 5 das boas razões para experimentar a marcha desportiva!

«A marcha desportiva tonifica o corpo de forma suave»

Retomar uma atividade física nunca é fácil: falta de fôlego, perda de flexibilidade, riscos de lesões... Estas preocupações não existem com a marcha desportiva, visto que esta atividade tem a particularidade de preservar o seu corpo.
 
Numa sessão de marcha desportiva, é levado a articular bem o pé desde o calcanhar até aos dedos dos pés: O seu corpo está deste modo sempre em contacto com o solo. Não está sujeito à violência dos saltos e ressaltos, ao contrário da corrida a pé. Evita assim os impactos com o solo que exercem por vezes alguma violência ao nível das articulações ou das costas.
 
Os riscos de lesões ficam deste modo limitados sem no entanto minorar o seu esforço físico.

«A marcha desportiva afina a minha silhueta»

Ao marchar a um ritmo rápido, aumenta o seu ritmo cardíaco e queima mais calorias: cerca de 300 a 500 calorias queimadas por hora.
 
A particularidade dos movimentos da marcha desportiva leva-o a mexer os braços, realizando um esforço que faz trabalhar a maioria dos seus músculos. Irá assim moldar as suas pernas e desenvolver os músculos dos braços, dos ombros e das costas para um delineamento harmonioso da sua silhueta.
 
Esta modalidade tem outro efeito apreciável: praticada regularmente, a marcha desportiva reduz sensivelmente a celulite!

«A atividade física diária é benéfica para a minha saúde!»

Praticar marcha regularmente reforça o seu capital de saúde. Os benefícios da marcha desportiva são idênticos aos de um desporto de resistência: melhora a circulação sanguínea, mantém a sua flexibilidade e cuida do seu coração.
 
Marche mais 30 minutos todos os dias e sentirá a diferença!

«A marcha desportiva deixa-me zen»

A marcha rápida ao ar livre ajuda a libertar o espírito e a aliviar a pressão. Poderá praticá-la num cenário à sua escolha: um parque, uma floresta, um cais, etc. num ambiente motivador que contribuirá para arejar os pulmões e o espírito.
 
Sendo a marcha desportiva um desporto suave, poderá partilhar esta modalidade com outras pessoas (amigos ou familiares) a um ritmo adaptado à sua forma física. Em modo bem-estar, pode marchar a uma velocidade de 4 a 6 km/h e em modo performance, pode marchar a uma velocidade de 7 a 9 km/h. Neste caso, o termo mais apropriado será marcha rápida.
 
Poderá inclusivamente adaptar a sua marcha em função da sua disposição!

«A marcha rápida permite-me voltar a praticar desporto de forma fácil»

Para iniciar-se na marcha rápida, não precisa de gastar muito dinheiro num equipamento. Basta adquirir um calçado de marcha desportiva e vestuário de desporto respirável para começar.

O terreno para a sua prática: a cidade e/ou o campo são locais de prática sempre disponíveis!

Está motivado e equipado? Só falta iniciar-se nos movimentos de marcha rápida para descobrir os prazeres e os benefícios desta modalidade cada vez mais em voga!

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Vote
Benefícios da marcha

Deseja perder alguns quilos, mas a agulha da balança não lhe explica como? Charles Aisenberg, especialista de medicina do trabalho associado ao INSEP (Instituto Nacional do Desporto, da Competência e do Desempenho) recomenda a prática de marcha desportiva para sentir-se melhor no seu corpo. Acabaram as dietas selvagens, agora basta marchar para perder peso!

(3)
Benefícios da marcha

O desporto faz bem à saúde... Toda a gente sabe. Mas sabia que a prática de uma atividade física permite também cuidar do seu estado de espírito? Descubra os efeitos anti-stress da marcha desportiva. Vamos analisar esta atividade muito completa numa outra perspetiva!

(6)
VOLTAR PARA O TOPO