Os benefícios da caminhada para a saúde do seu filho

Logo que a criança é capaz de caminhar sem cair e de o acompanhar, é importante que desenvolva um modo de vida saudável, cheio de descobertas. A marcha é uma atividade física de resistência com muitos benefícios para o crescimento da criança.

Quais os benefícios da marcha para a criança?

  1. A marcha acalma. Sabe-se que uma criança que vai a pé para a escola é mais concentrada do que os seus colegas que vão de carro.
  2. A marcha desenvolve também a independência da criança: enquanto andam, pode pedir-lhe que escolha o caminho, pode decidir parar ou assumir responsabilidades, por exemplo, levando o lanche ou uma bebida na mochila.
  3. A marcha melhora o estado de espírito e, se praticada de forma regular e consciente, permite desenvolver uma imagem mais positiva do próprio corpo.
  4. Como atividade de resistência, a marcha permite desenvolver as capacidades cardíacas e respiratórias. Fortalece os músculos do coração e os pulmões.
  5. Permite à criança manter o peso ideal e evita os riscos associados à inatividade, ou sedentarismo, como os problemas de obesidade.

A criança que gasta energias no recreio ou que pratica uma atividade desportiva mais intensa desenvolve também todos estes benefícios. Mas porque não tirar partido dos benefícios do desporto mais fácil de praticar?

 

banner_pt_actireo

Quanto tempo é necessário caminhar com a criança para tirar partido destes benefícios?

Recomenda-se que as crianças façam 1h de exercício por dia. A intensidade deverá variar de moderada a intensa. A marcha é uma das atividades físicas moderadas, podendo tornar-se mais intensa se for praticada de forma ativa, acelerando um pouco o ritmo.

  • Importante saber: 1h de atividade moderada na criança equivale a dar 12 000 a 15 000 passos todos os dias. Esta atividade é necessária para garantir um bom crescimento, nomeadamente ao nível dos músculos, como os dos pés

A criança pode também começar a praticar marcha consigo e acompanhá-lo(a) nas suas saídas mais longas, a partir dos 4 ou 5 anos. Mas cabe-lhe a si avaliar, já que a sua capacidade para o acompanhar depende da sua maneira de ser, dos seus hábitos e da sua forma física.

Além do trajeto até à escola, pode pensar numa marcha de 30 minutos 2 a 3 vezes por semana e observar as suas reações. Se sentir que é capaz e que está motivado, pense em marchas mais longas, de até 1h ou 2h, sem o forçar.

Este bom hábito de preferir a deslocação a pé será consolidado graças a si. É por isso importante desenvolver uma determinada rotina e, para que a criança tenha vontade de o acompanhar, pode experimentar uma das técnicas que desenvolvemos neste artigo:  7 dicas para que a criança tenha vontade de fazer marcha.

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Vote
Benefícios da marcha

E se a marcha fosse mais do que uma forma de deslocação e fosse uma forma de prestar um serviço à criança? Preferir que a criança se desloque a pé garante-lhe um crescimento nas melhores condições de saúde. É também muito benéfico para si!

Calçado

Do nascimento à idade adulta, o caminho é longo até que o pé da criança se desenvolva completamente. A estrutura e as necessidades dos seus pés evoluem à medida que vão crescendo, logo que a criança começa a caminhar. Para garantir o melhor desenvolvimento do pé da criança, dos 0 aos 15 anos, contamos-lhe tudo!

(1)
Benefícios da marcha

Independentemente da sua idade ou forma física, o Dr. Patrick Bacquaert, médico que chefia o IRBMS (Instituto de Investigação sobre Bem-estar, Medicina e Desporto saudável) recomenda a marcha desportiva para uma vida mais saudável. Descubra as razões neste vídeo!

VOLTAR PARA O TOPO